SOPA DE PEDRA


é um grupo de investigação musical composto por 10 mulheres que, juntas desde pequenas, criam e interpretam a capella arranjos originais da música popular portuguesa. Na música tradicional, atraiu-as o propósito intrínseco de juntar as gentes e falar sobre a vida de um povo. Por meio de harmonizações e arranjos polifónicos, exploram a sua riqueza remetendo-a para o contexto da música do mundo actual. O reportório inclui sobretudo música de transmissão oral das várias regiões portuguesas, estendendo-se dos cânticos mirandeses de Trás-os-Montes às baladas açorianas, das cantigas de adufeiras da Beira Baixa ao Cante alentejano, passando também pelo reportório de cantautores como Zeca Afonso, Amélia Muge, João Lóio ou grupos como Almanaque e GAC. Há também nele lugar para músicas tradicionais de outros países ou temas originais. Tal como no conto popular da Sopa de Pedra, a criação musical começa numa base simples - uma pedra, uma tradição, uma melodia, um cantar - à qual se misturam novas vozes, compondo uma harmonia viva que de cada vez que se canta, ou a ela alguém se junta, se reinventa.

SOPA DE PEDRA is a music research group composed of 10 women who, together and since a young age, create and interpret a capella original arrangements of Portuguese popular music. In traditional music, what attracted them was the intrinsic purpose of bringing people together and talk about the life of a people. Through harmonizations and polyphonic arrangements, they explore its wealth by referring it to the context of today's world music. The repertoire mainly includes music for oral transmission from the various Portuguese regions, extending from the Mirandese songs of Trás-os-Montes to the Azorean ballads, from the chants of adufe players from Beira Baixa to Cante Alentejano, also passing through the repertoire of singers like Zeca Afonso, Amélia Muge, João Lóio or groups like Almanaque and GAC. There is also a place for traditional music from other countries or original themes. As in the popular tale of Sopa de Pedra, musical creation begins on a simple basis - a stone, a tradition, a melody, a song - to which new voices are mixed, composing a living harmony that reinvents itself each time you sing it or someone joins in.






SOPA DE PEDRA : BENEDITA VASQUEZ, INÊS CAMPOS, INÊS LOUBET, INÊS MELO, MARIA VASQUEZ, MARIANA GIL, RITA COSTA, RITA SÁ, SARA YASMINE E TERESA CAMPOS


DISTRIBUIÇÃO / DISTRIBUITION
Fado in a Box_ geral@fadoinabox.pt
cantaressopadepedra@gmail.com


SPOTIFY

FACEBOOK